Confiram o  LINK e as pérolas destes devotos do papa….

“Jorge, ele deve estar falando das fotos que tem no site.
Joey, cuidado para não ser mais um idiota que cai na falácia do
reductio ad Hitlerum ou argumentum ad Hitlerum (o latim macarrônico é proposital). A maneira mais fácil de desqualificar algo é associá-la ao nazismo. É o espantalho mais frágil e cínico que existe.”

OBS:Não… imagina… as fotos mentem…. a igreja é inocentinha… nunca foi comparsa dos nazis….

“Joey,

Mas aquele site é um grande lixo, caríssimo.

Desde quando um monte de fotos de maus bispos, que se encontram em qualquer busca no google e cuja existência nunca foi negada, é um “achado” de provas “cabais” sobre o que quer que seja?”

OBS: sim… claro… e esses “maus bispos” jamais foram punidos pela igreja (santinha e conivente)….ao contrário dos padres “moderninhos”…. defensores do fim do celibato, camisinha etc.

Porque não colocaram também fotos do encontro do Papa João Paulo II com Fidel Castro quando este visitou o Vaticano e o Papa quando visitou Cuba, ou alguma foto do Lula com Bento XVI na visita que o Papa fez em 2007 ao Brasil ou alguma foto feita recentemente quando da visita do Lula ao Vaticano, isto demonstra por acaso que os Papas João Paulo II e Bento XVI eram simpatizantes ao comunismo e socialismo?, quando esta gente vai entender que muitas vezes houve sim maus padres e bispos que colocaram suas posições nacionalistas e políticas acima do anúncio do evangelho, porém, outros usaram da diplomacia para tentar dissuadir aqueles homens que ao invés de implantarem a paz ao mundo só trouxeram guerras e conflitos, JESUS já disse que deveríamos ser prudentes como as serpentes, mas simples como as pombas, ou seja, diante dos inimigos devemos nos comportar com esperteza, imagine se Pio XII tivesse confrontado diretamente a Hitler, não asseguraria nem a vida dele e nem de ninguém, portanto, tem que deixar de lado esta arrogância anti católica que muitos tem e ver de perto a reação da Igreja naqueles tempos, que não foi de negligência e tão pouco de colaboracionismo, mas sim, foi de uma forma que quanto menos confronto melhor seria para evitar maiores peras do que já vinha acontecendo, e também vi que algumas fotos traziam não só padres juntamente com soldados e generais alemães nazistas mas também vi bispos e pastores luteranos, será que a Igreja Luterana também foi colaboracionista ao nazismo na Alemanha?, talvez alguns sim e outros não, agora generalizar a todos, é uma tremenda falta de caráter.

OBS: Sim, prelados apareceram ao lado de líderes esquerdistas… curiosamente não vi estes padres fazendo saudação socialista. E o que dizer das fotos de padres erguendo o braço na Alemanha ??? Eles estavam chamando um táxi (ou ônibus) ?? De novo discurso dos maus padres… e o papa conivente com estes “maus”… (nem falo do papel da igreja no intuito de consagrar e legitimar os fascistas no poder) Prudentes como serpentes ?? humm claro… na hora H…. dá o bote…. é bem a cara do clero…. Pio XII confrontar Hitler ?? Os sócios se desentenderem??? Sei…. ah… claro que haviam luteranos prónazismo… luteranismo é bem santinho como o Vaticano. Generalizar…. “não se pode generalizar” a $anta igreja… ao contrário dos adversários dela….

E, sobre o pacto de Latrão, sua ANTA mau-caráter, Roma inteira foi roubada do Papa por Garibaldi no final do século XIX, daí o Papa pede de volta o Vaticano (um território irrisório perto dos Estados Pontifícios) meio século depois, e tu vens falar em roubo? De fato, foi um roubo: o Papa foi roubado.

OBS:Olhem o nível do dono do blog, que educação bem cristã!!. Roma foi roubada do papa ??A capital italiana e os territórios ocupados pelos estados pontifícios, cerca de 1/3 da itália, contra a vontade da sua população, eram propriedade particular da igreja, pelo visto. Por aí se vê a arrogância e cinismo desse senhor.Tanto o cinismo atual e histórica; parece que a igreja ergue-se sobre fundações de mentiras puras e concentradas.

Assim, o católico de serviço, gabando-se dos seus conhecimentos históricos, ao apresentar o papado como o legitímo “proprietário” de quase metade da Itália, “esquece-se” de que esse “direito de propriedade” foi inteiramente baseado numa das maiores FRAUDES históricas de todos os tempos – as falsas decretais de Constantino.

Essas decretais, INTEIRAMENTE INVENTADAS pela igreja, supostamente atribuiam a autoridade imperial no império do ocidente ao papa, por especial benevolência do imperador Constantino.

O fato de Constantino nunca ter feito tal coisa e desse documento não passar de uma reles falsificação, não impediu a igreja de nele basear juridicamente o seu “direito” ao poder temporal.

O argumento desse “direito” totalmente falso lançou a num poderio imenso durante séculos, desde a idade média até ao “risorgimento” italiano do Séc. XIX que finalmente unificou a Itália.

Esta falta de escrúpulos é confirmada pelos seus apoiadores atuais que dizem que a reposição da verdade é que foi um “roubo”, ao passo que a apropriação violenta do poder temporal baseada numa MENTIRA e falsificações é que, para eles, constitui o direito legítimo… Logo se vê a honestidade intelectual desta figura.

Para que se já estão todos(padres) na cadeia, se a Igreja já os abandonou na própria sorte perante a justiça dos homens, está mais que provado que diante da igreja eles também já foram julgados

OBS:Abandonou-os???…. hummm…sei…. julgados?? será mesmo ???? Aiaiaiaiai…. que grande verdade…. até acredito que a igreja fez o mesmo com os padres pedófilos…

É preciso lembrar, também , que quando o Zentrum (partido católico de centro-direita) emprestou apoio ao NSDAP, com a concordata, a Alemanha ainda não estava sob a ditadura hitlerista, e nem mesmo se divisava o endurecimento do regime, que se tornou de partido único – BEM TÍPICO DE SOCIALISTAS – seis meses após Hitler ser empossado chanceler.

Portanto, associar a concordata do Zentrum com a ditadura nazista é sintoma de imbecilismo crônico degenerando em patifaria intelectual.

Aliás, patifaria intelectual é o que mais caracteriza essa alegação de neo-ateus, pretendendo associar o nazismo à Igreja Católica, como se houvesse um mar de rosas entre eles. Para tanto, servem-se de mentiras estúpidas, nascidas de mentes mesquinhas e deformadas no ódio anti-religioso, com suas acusações de ustasha, dossiês odessas e outras coisinhas para as quais o que menos existe é uma mísera comprovaçao de condescendência da Igreja com o que dizem ter sido feito. Quando muito, atos, os devidamente comprovados, foram praticados por clérigos CONTRA determinações ou orientações da Igreja, do mesmo jeito que fazem os adeptos da teologia da libertação.

OBS:O “intelectual” católico se esqueceu de que o Zentrum votou a favor da lei de exceção que dava imensos poderes a Hitler e isso gerou a ditadura hitlerista. Isso foi quase 2 meses depois de Hitler tomar posse como Chanceler (nomeado por Hindenburg). Patifaria intelectual?? Sim, é verdade!!! “Caluniar” a $anta igreja é patifaria tremenda!! A igreja sempre foi inocentinha!!! Ela é vítima de calúnias promovidas pelo complot judaico-maçônico-comunista internacional.

Anúncios