Fonte: Portal Ateu

Pelo menos 50 pessoas do distrito de Kottayam, na India, perderam a visão depois de terem olhado para o sol demasiado tempo à procura de uma imagem da Virgem Maria.

Sol

Apesar de avisos oficiais a explicar que a iria aparecer a imagem da Virgem Maria no sol era apenas um rumor e que as pessoas deviam abster-se de olhar para o sol à procura dessa mesma imagem.

Enfermeiros do hospital de St Joseph’s e do Hospital de Oftalmologia em Kanjirappally registaram 48 casos de perda de visão devido a lesões fotoquímicas na retina. “Todos os nossos pacientes reportam o mesmo estilo de sintomas: dano da retina devido a queimaduras fotoquímicas por excessiva exposição à luz solar”, disse Dr Annamma James Isaac, o oftalmologista do hospital.

Até mesmo às igrejas locais têm tentado espalhar uma mensagem que a aparição não é real, principalmente depois de responsáveis por saúde pública, e médicos ter falado com o clero. 

“Os pacientes têm diferentes graus de severidade nas queimaduras. A maior parte dos casos são de raparigas entre os 12 e 26 anos de idade. O paciente mais novo tem 12 anos e o mais idoso 60. Muitos deles estiveram a olhar para o sol entre às 2 e 4 da tarde, quando os raios UV1 e UV2 são mais fortes”, acrescentou o Dr. Isaac.”

…………………………………………..

Chumbo GrossoIsto é o que acontece quando os “milagres” são prejudiciais para a saúde pública.

Levanta a questão de quantas pessoas não terão ficado com as retinas danificadas em 1917, e sem a tecnologia ou a medicina para as ajudar nessa altura.

Ó esperem, a tia-avó de alguém esteve lá e não lhe aconteceu nada. Não lhe ter acontecido nada, esse sim deve ter sido o verdadeiro “milagre”.

E o que dizer das crianças que tiverem de estar a olhar para o sol também. Com 12 anos?!? Alguém pensa que uma criança com 12 anos vai passar duas horas a olhar para o sol por vontade própria. Ou foi forçada pelos pais, ou sofreu endoutrinação tal, que as duas coisas passam a ser a mesma.

Anúncios